Lista_Mp3

segunda-feira, 13 de abril de 2015

E ai? Professor porque mesmo?

    Às vezes paro pra pensar, são frequentes as interrogações quanto a minha escolha, respondo todas com o mesmo gosto. Sim! Professor, com muito orgulho. Não me importo com as reações adversas de pessoas que não compartilham da mesma opinião, desde que não tente gerar conflitos tudo bem, vamos combinar que respeito as escolhas alheias é fundamental para conviver em uma sociedade imersa em preconceitos, intolerância e desigualdades.
   Mas enfim, gosto de enfatizar minha resposta quanto ao ser professor, estar em uma sala de aula é algo que me deixa inquieto, talvez até amedrontado muitas vezes, mas desafiar-se constantemente só faz bem. Não há medo que prevaleça quando você lembra o porque está lá na frente "colocando a cara pra bater" não é?
   Pra que temer um público que busca o conhecimento? Se for pra ter medo que seja da sociedade, que tenta dia após dia te consumir com olhares e críticas nada construtivas. A sala de aula é um espaço mais isolado, é lá que as pessoas devem aprender a ignorar como a sociedade vai tratá-los. Certamente que indivíduos "educados" de maneira constante entendem a sociedade e não se deixam abater por suas contradições. Mas, que tal pensar além disso? 
   Acho que a palavra EDUCAR pode ser trocada por MOTIVAR, a substituição não faz com que a educação perca o sentido e sim seja ressignificada. Veja bem para isso posso criar uma frase: SEMEANDO CONCEITOS, GERMINANDO IDEIAS, COLHENDO REFLEXÕES.
    Pode não ser uma citação tão bonita, mas o fato de ser de minha autoria justifica meus anseios. Poderia achar algo mais fofo para dizer, criar uma rima talvez, mas melhor deixar as poesias para falar de amor. O fato é que este é meu último ano na faculdade e que estou eternamente grato por tudo que aprendi, mais ainda porque encontrei uma razão de viver no "ser" professor, terei saudades eternas de meus colegas, cada qual com suas características, semelhantes a alunos de meu primeiro estágio. Tá ai mais uma coisa encantadora da docência, depois do momento que você tem certeza que ela vai ser seu futuro, você começa a perceber quase sem querer que cada aluno, cada colega seu é semelhante, você começa a se comparar com seus professores e identificar-se com alguns deles, e com isso você por que cada aluno, colega, professor é daquela maneira. A docência permite avaliar e entender os diferentes sujeitos, é como pensar em um algoritmo que te forneça uma metodologia para determinado aluno:
---------
Algoritmo "METODOLOGIA"

VAR
APRENDIZAGEM, CARACTERISTICAS_ALUNO, CONHECIMENTO...

INICIO

      escreva("digite as caracteristicas  de seu aluno:");
      leia(CARACTERISTICAS_ALUNO);
      escreva("digite seus conhecimentos sobre o assunto:");
      leia(CONHECIMENTO);
      METODO_APRENDIZAGEM<- CONHECIMENTO+CARACTERISTICAS_ALUNO;
      escreva("Para este tipo de aluno o aprendizado se realiza melhor dessa maneira:",                                 METODO_APRENDIZAGEM);
FIM.
--------
Pois bem, tenho certeza de que não utilizei de grande lógica para fazer isso mas a ideia não é essa. Perceba que o algoritmo não é capaz de fornecer de maneira nenhuma uma metodologia para o ensino. Você pode ter quantas variáveis quiser que não conseguirá fazer isso, tenho certeza que um programador dedicado iria buscar a melhor forma para a solução desse problema e tenho certeza de que fracassaria. Porque? 
   Simplesmente porque não existe uma resposta pronta (hora de gastar mais um pouco essa frase), o que pode diferenciar um professor de computação (LCC) de um programador é isso, o fato de que o professor de computação pode não ser um gênio absoluto e ser exato em tudo, mas ele saberá refletir sobre a prática que será executada e saberá indicar o melhor caminho para cada tipo de aluno da sua turma(percebe que agora o que eu dizia antes sobre observar os colegas e professores faz sentido?), e tem mais o professor consegue através do diálogo, incentivar o aluno a buscar uma solução para o seus problemas, esta é e sempre será a grande magia de ser professor, a melhor resposta para qualquer pergunta sobre a escolha dessa profissão:
 - Porque ensina os indivíduos a pensar! Poxa tem resposta melhor que esta? Claro que não! A melhor coisa do mundo é saber que você auxilia na construção de indivíduos com senso reflexivo capaz de elaborar tanto soluções para problemas existente, quanto problemas mais desafiadores para serem solucionados. Percebe que isso pode salvar a sociedade de diversas formas? Quantos engenheiros, médicos, administradores você acha que o futuro terá se pessoas como eu não estiverem presentes?
   Enfim, pode ser que este texto não tenha contribuído em nada para sua vida, mas estar aqui tentando expressar 1% de tudo que penso e sinto sobre ser professor já é um grande passo para mim e espero que assim como eu ainda existam pessoas como eu no mundo. Quero continuar estudando sempre, independente de estar na faculdade ou não, seja especialização, mestrado ou doutorado eu continuarei a fazer perguntas e a procurar respostas para elas. Desde 2012, estou vivendo os melhores anos da minha vida e espero que os próximos revelem muitas surpresas e que meus esforços tragam novas conquistas, e que a cada dia que passe eu esteja mais feliz em dizer: EU QUERO SER PROFESSOR DE COMPUTAÇÃO! 
Por fim compartilho mais um daqueles vídeos, que também expressam minha devoção: